Reino Unido continua a fornecer mísseis antitanque à Ucrânia

O Governo do Reino Unido confirmou nesta quarta-feira, 09 de março, que irá continuar a fornecer mísseis antitanque à Ucrânia. Trata-se de uma ação que faz parte do apoio britânico para a defesa do país do Leste, na sequência da invasão russa.  

“Em resposta à agressão continuada da Rússia, aumentámos o nosso fornecimento” de armas antitanques, disse o ministro da Defesa britânico, Ben Wallace. 

Foram entregues, até ao momento, 3.615 NLAW (mísseis antitanque portáteis). Segundo o governante, prevê-se igualmente um “pequeno envio” de mísseis antitanques Javelin. 

E, “respondendo aos pedidos ucranianos, o Governo também decidiu explorar a possibilidade de doar mísseis portáteis de alta velocidade Starstreak”, acrescentou Wallace.  

O representante do Reino Unido garantiu que se trata de projéteis que podem neutralizar a ameaça de aviões ou de helicópteros de combate e que se mantêm dentro do âmbito das armas “defensivas”

“Quero assegurar à Câmara [dos Comuns] que tudo o que fazemos está ligado à decisão de proporcionar sistemas defensivos” à Ucrânia, realçou, ajuntando que os projéteis estão “calibrados para não escalar a um nível estratégico”

Será ainda aumentado o fornecimento de rações alimentares, auxílio médico e outros equipamentos militares não letais.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

Teatro da Trindade estreia "Nuvem"

O espetáculo “Nuvem”, de Carlos Manuel Rodrigues, vencedor da 4ª Edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais, estreia…
Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

Cabo Verde: Edil da Câmara da Praia quer Polícia Municipal em 2023

O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Francisco Carvalho, disse estar “expectante” com a implementação da Polícia Municipal em…
STP: 4 detidos morrem no quartel militar

STP: 4 detidos morrem no quartel militar

Quatro cidadão são-tomense que se encontravam detidos no quartel militar, depois da tentativa de invasão falhada, morreram na passada sexta-feira,…
Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

Angola recebeu auxílio de USD 246 mil do Japão para desminagem

O Governo japonês investiu mais de 246.900 dólares em ações de desminagem na província do Cuanza Sul, segundo o Embaixador do…