Rússia fala de redenção de 694 militares ucranianos

O Ministério da Defesa da Rússia informou nesta quarta-feira, 18 de maio, que 694 militares ucranianos renderam-se nas últimas 24 horas. Os visados encontravam-se na siderurgia de Azovstal, localizada na cidade de Mariupol. 

De acordo com o mesmo ministério, citado pela agência de notícias “RIA”, desde segunda-feira que já se rendeu às forças de Moscovo um total de 959 militantes ucranianos. 

As autoridades russas informaram que 80 dos combatentes que se renderam encontravam-se feridos. Desses, 51 foram levados para o hospital. 

A Rússia acrescentou que matou 270 combatentes ucranianos, desativou 54 unidades de equipamento militar e derrubou dois aviões e 15 drones durante a noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

EUA e governo afegão apontados como facilitadores do regresso dos talibãs

EUA e governo afegão apontados como facilitadores do regresso dos talibãs

Um relatório redigido pelo SIGAR (Special Inspector General for Afghanistan Reconstruction, que em português significa “Inspetor Geral Especial para a…
Moçambique: Agentes da Unidade de Intervenção Rápida acusados de rapto e tortura em Macomia

Moçambique: Agentes da Unidade de Intervenção Rápida acusados de rapto e tortura em Macomia

A população da vila de Macomia, em Cabo Delgado, acusa agentes da Unidade de Intervenção Rápida de maus tratos, incluindo…
Revista de Imprensa Lusófona de 18 de maio de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 18 de maio de 2022

Na Guiné-Bissau a “ANG” noticia “Dissolução do parlamento: Ex-governante Augusto Gomes diz que APU-PDGB está determinado a acompanhar o PR…
Moçambique: Edil de Quelimane quer recandidatar-se pela Renamo

Moçambique: Edil de Quelimane quer recandidatar-se pela Renamo

O edil de Quelimane, Manuel de Araújo, partilhou publicamente a sua vontade de voltar a candidatar-se, pela Renamo, à liderança…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin