Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo a bairros residenciais em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia. O ataque ocorreu através de mísseis russos. 

No serviço de mensagens Telegram o assessor do Ministério do Interior da Ucrânia, Anton Guerashenko, escreveu: “Kharkiv. Um ataque impiedoso e sem sentido a um bairro residencial com mísseis! Cadáveres nas ruas”. Divulgou também vídeos com imagens do ataque. 

“O inimigo russo está a bombardear áreas residenciais”, declarou igualmente o governador regional em Kharkiv, Oleg Sinegubov. Uma vez que os bombardeamentos estão “em curso”, os serviços de resgate não podem ser chamados, explicou. 

Isto acontece na mesma altura em que, no outro extremo do país, na fronteira ucraniana-bielorrussa, delegações da Ucrânia e da Rússia estão reunidas para negociar pela primeira vez desde que a Rússia iniciou a invasão da Ucrânia, na passada quinta-feira, 24 de fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Comunidade ucraniana em Portugal angaria bens para enviar à Ucrânia

Comunidade ucraniana em Portugal angaria bens para enviar à Ucrânia

A comunidade ucraniana de Vila Real, a Norte de Portugal, está a angariar medicamentos, comida enlatada e com muita validade,…
Presidente da Ucrânia apela a soldados russos para saírem do país

Presidente da Ucrânia apela a soldados russos para saírem do país

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, aos soldados russos para que deponham as armas e…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin