Ucrânia e Rússia acusam-se de ataques durante o cessar-fogo

Os ucranianos e os russos denunciaram a ocorrência de ataques depois da entrada em vigor do cessar-fogo de 36 horas do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, iniciado esta sexta-feira, 06 de janeiro, para o Natal ortodoxo. 

Segundo o lado ucraniano, o líder dos serviços de emergência disse que houve bombardeamentos num quartel dos bombeiros em Kherson. Serhi Kruk escreveu no Telegram que os russos “confirmaram mais uma vez o facto de que não se pode confiar neles. Outro bombardeamento da nossa unidade. Mortos e feridos”, cita o “The Guardian”. 

Ainda de acordo com Kruk, este foi o segundo ataque a um quartel de bombeiros em dois dias, “violando todos os princípios e normas da lei internacional”

Por sua vez, a agência russa “TASS” citou um representante russo da autoproclamada República Popular de Donetsk, que mencionou a ocorrência de bombardeamentos em Donetsk exatamente ao meio-dia na Rússia, hora a que se iniciava o cessar-fogo de 36 horas decidido pelo Kremlin. 

A mesma fonte declarou ainda que os bombardeamentos repetiram-se meia hora depois no distrito de Petrovsky, na cidade de Donetsk. 

Já “AFP” referiu que foram ouvidos disparos de artilharia na linha da frente ucraniana, apesar do cessar-fogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

Timor-Leste: Governo prolonga validade dos passaportes 

O Governo timorense aprovou nesta quarta-feira, 29 de março, o prolongamento extraordinário do prazo de validade dos passaportes eletrónicos. Os…
Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

Cabo Verde: Hotelaria já ultrapassou valores pré-pandemia

A hotelaria de Cabo Verde registou mais de 835 mil hóspedes em 2022. Este valor corresponde a um acréscimo acentuado de…
Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Moçambique procura experiência da Holanda em governação e eleições

Uma delegação composta por representantes dos três partidos com assento na Assembleia da República de Moçambique realizou esta semana uma…
Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

Ucrânia vai receber empréstimo de 14,3 mil milhões de euros do FMI

A direção executiva do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou o empréstimo de 15,6 mil milhões de dólares (cerca de 14,3…