Ucrânia sofre os combates mais violentos dos últimos meses

Enquanto os poderes mundiais focam-se em arrefecer os conflitos na Síria, a guerra continua na Ucrânia. Segundo organizações internacionais e testemunhos de soldados, os combates atingiram níveis nunca vistos em meses.

Na passada segunda-feira, três soldados ucranianos foram mortos e seis ficaram feridos, de acordo com declarações na rede social Twittter do coronel Oleksander Motuzyank, o porta-voz militar do Governo ucraniano.

Também a Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), registou inúmeras violações do cessar-fogo nas últimas semanas, inclusive com armas pesadas.

De referir que as armas pesadas foram proibidas nos anteriores acordos de cessar-fogo, conhecidos como Minsk I e Minsk II. Além dos combates, tem havido “provas evidentes” que a Rússia voltou a armar os separatistas, de acordo com Lamberto Zannier, o secretário-geral da OSCE.

Os acordos de cessar-fogo de Minsk, eram supostamente para ser implementados no final de 2015, mas foram adiados até 2016. Tanto o governo ucraniano como o russo acusam-se mutuamente de falhar a sua parte no acordo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin