Ucrânia tem 70% da capital sem eletricidade

Kiev, capital da Ucrânia, foi um dos principais alvos dos mais recentes ataques com mísseis russos a instalações de energia, que ocorreram na quarta-feira, 23 de novembro. 

Esses ataques resultaram em milhões de pessoas às escuras, uma vez que vários locais ficaram sem luz. Tiveram de ser realizados apagões de emergência para economizar e permitir reparações, essenciais com o aproximar do inverno. 

Ao todo, cerca de 70% da população de Kiev estava sem energia na manhã desta quinta-feira, dia 24. Tratam-se dos maiores estragos nas infraestruturas críticas do país em nove meses de guerra, iniciada a 24 de fevereiro. 

Segundo o prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, as empresas de energia estão a fazer todos os esforços necessários para conseguirem resolver o problema o mais o depressa possível. 

No entanto, explicou no Telegram, o alcance desse objetivo vai depender da restauração do equilíbrio no sistema energético da Ucrânia, uma vez que Kiev integram esse sistema.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

Banco Mundial indica crescimento de 4,1% para Timor-Leste

O Banco Mundial prevê que Timor-Leste registe um crescimento económico de 4,1% em 2024 e 2025, através do alívio das…
UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

UE doa 50 milhões de euros à ONU para refugiados palestinianos

A União Europeia (UE) anunciou o envio da próxima parcela de 50 milhões de euros para a Agência das Nações…
Angola: Cinco bailarinos cabo-verdianos participam na Mostra de Artistas – PROCULTURA

Angola: Cinco bailarinos cabo-verdianos participam na Mostra de Artistas – PROCULTURA

Os bailarinos Mano Preto, Rosy Timas, Elisabete Fernandes, Djamilson Barreto e Djam Neguin estão selecionados para participar no “Concurso para…
Reino Unido vai reabrir embaixada em Timor-Leste

Reino Unido vai reabrir embaixada em Timor-Leste

A ministra de Estado do Reino Unido para o Indo-Pacífico, Anne Marie-Trevelyan, anunciou nesta sexta-feira, 01 de março, a reabertura…