UE aprova novas sanções ao Irão por entregar drones à Rússia

Os Estados-membros da União Europeia (UE) concordaram nesta quinta-feira, 20 de outubro, em aplicar novas sanções contra o Irão. 

O motivo deve-se ao facto de o país ter fornecido drones à Rússia, que combate contra a Ucrânia desde 24 de fevereiro. 

“Os embaixadores da UE concordaram com medidas contra entidades que fornecem drones iranianos que atingem a Ucrânia”, publicou a presidência checa da UE na rede social Twitter. 

“Os estados da UE decidiram congelar os bens de três indivíduos e uma entidade responsável pelas entregas de drones (e) estão também preparados para estender as sanções a mais quatro entidades iranianas que já figuravam numa lista de sanções anterior”, é ainda referido.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

Guiné Equatorial: Vice-presidente acusa Espanha de "humilhar" o país

O vice-presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Nguema Obiang, acusa a Espanha de “humilhar” e “desacreditar” o país depois de a…
Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

Moçambique: Operação "Vulcão IV" decorre no distrito de Macomia

As Forças Armadas de Defesa de Moçambique (FADM) informaram nesta terça-feira, 03 de janeiro, que está em curso a Operação…
Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

Timor-Leste: Taxa de execução do OGE 2022 foi de 78,75%

O Governo de Timor-Leste executou em 2022 cerca de 78,75% do valor total do Orçamento Geral do Estado (OGE) desse…
Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…