Von der Leyen alerta para aceleração de tensões com a China

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, alertou nesta sexta-feira, 21 de outubro, para o aumento de tensões entre a União Europeia (UE) e a China. A declaração foi feita à saída da reunião do Conselho Europeu

“A discussão mostrou que estamos a testemunhar uma aceleração de tendências e tensões. Ficou muito claro desde o Congresso que o Presidente Xi continua a reforçar o percurso assertivo e autossuficiente que a China escolheu”, afirmou à imprensa. 

A dirigente europeia acrescentou que está ciente de que “o sistema chinês é fundamentalmente diferente do nosso” e que esse é o principal motivo desta “rivalidade”

Este assunto foi igualmente abordado pelo primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, que manifestou as suas preocupações no que diz respeito à postura cada vez mais “assertiva” da China no palco global. 

“A assertividade da China no cenário mundial está a aumentar (…) temos que manter o diálogo com a China, mas com uma visão mais crítica”, concluiu no final de uma Cimeira da UE em Bruxelas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Stoltenberg diz que nenhum país da NATO está sob ameaça imediata da Rússia

Stoltenberg diz que nenhum país da NATO está sob ameaça imediata da Rússia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, declarou nesta sexta-feira, 07 de junho, que não existe ameaça militar imediata da Rússia…
Lisboa e Florianópolis conectadas por três novas ligações semanais pela TAP

Lisboa e Florianópolis conectadas por três novas ligações semanais pela TAP

A TAP Air Portugal vai voar para Florianópolis, capital do Estado de Santa Catarina, no sul do Brasil, a partir…
Angola: Venâncio relança preparação de candidatura à presidência do MPLA

Angola: Venâncio relança preparação de candidatura à presidência do MPLA

O antigo pré-candidato à liderança do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), António Venâncio, convocou uma conferência de imprensa…
Cabo Verde continua a querer ter 100% de energia renovável em 2040

Cabo Verde continua a querer ter 100% de energia renovável em 2040

O vice-primeiro-ministro e também ministro das Finanças de Cabo Verde, Olavo Correia, reafirmou a convicção de que o país está…