Lagarde deverá ser reconduzida como diretora-geral do FMI

A advogada francesa, Christine Lagarde, de 60 anos, fortemente ligada à política, é a atual diretora-geral do Fundo Monetário Internacional e, ao que tudo indica, deverá ser conduzida no cargo.

Em comunicado Aleksei Mozhin, da administração do FMI, informou que as candidaturas para o cargo de diretor-geral da organização fecharam no dia 10 de fevereiro e Christine Lagarde foi a única candidata.

Christine Lagarde, que termina o seu mandato no próximo dia 5 de julho, foi a primeira mulher a liderar o FMI, instituição criada durante a II Guerra Mundial para coordenar a política monetária internacional e auxiliar países em dificuldades. A responsável assumiu a função em 2011, altura em que substituiu Dominique Strauss-Kahn, que rescindiu ao cargo na sequência do escândalo de abuso sexual a uma funcionária de um hotel.

Após ter Lagarde ter anunciado a sua recandidatura para novo mandato em entrevista ao «France 2», a francesa de 60 anos de idade deverá mesmo manter o seu actual cargo no novo mandato à frente da FMI.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin