Crise | Magrebe

Líbia: Anunciado novo governo de coligação

Federica Mogherini, Alta Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa e a Segurança, considera que o anúncio de um governo de coligação na Líbia, sob a liderança do designado primeiro-ministro Serraj, é um passo essencial para a implementação de um acordo político no país.

O Conselho Presidêncial da Líbia (CPL) anunciou ontem, terça-feira, um acordo com vista à formação de um governo de coligação suscetível de unir as diferentes fações desavindas. O Conselho, sediado em Tunis, com o apoio das Nações Unidas, chegou a um acordo por maioria para designar o novo primeiro-ministro e um elenco governamental de 32 ministros.

Segundo a Alta Representante da UE, cabe agora à Câmara de deputados e à Presidência, mostrar o mesmo espírito de compromisso e sentido de liderança, e endossar rapidamente o executivo.

No entanto, o documento que sela este acordo vem assinado apenas por sete dos nove elementos que compõem o CPL e subsistem dúvidas quanto ao real consenso existente entre os dois auto-proclamados governos estabelecidos em Tripoli e na região leste da Líbia que desde 2011 reclamam para si a legitimidade exclusiva do governo do país.

Vários membros dos dois parlamentos rivais estabelecidos na Líbia já afirmaram não aceitarem os termos do acordo anunciado pelo CPL. E o grupo rebelde que apoia o governo de Tripoli (Aurora Líbia) recusou, inclusivé, recentemente, um conjunto de medidas recomendadas pelo CPL para securatizar a capital do país.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo