Egito: Ataque bombista contra sede dos cristãos coptas faz 20 mortos

Um atentado bombista matou 23 cristãos coptas que assistiam a uma missa neste domingo no Cairo. Outros 49 ficaram feridos naquele que é o maior atentado contra a minoria cristã do Egito desde 2011, quando radicais islâmicos atacaram à bomba uma igreja em Alexandria e fizeram 20 mortos.

O presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sisi, declarou três dias de luto nacional e o ato foi condenado por todos os líderes religiosos.

O atentado teve lugar às 10h de domingo na igreja de São Paulo e São Pedro, adjacente à catedral de São Marcos, sede do papado cóptico, atualmente ocupado por Tawadros II.

Segundo a polícia, foram utilizados 12kg de TNT neste atentado, que não foi ainda reivindicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

Cabo Verde: Santo Antão sofreu redução “drástica” de turistas

A ilha cabo-verdiana de Santo Antão registou uma redução “drástica” no número de turistas em 2020, uma vez que foram contabilizados apenas 12.620 no ano passado. Este…
Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

Moçambique: BM faz previsão económica positiva para o país

O Banco Mundial (BM) prevê que a economia moçambicana recupere gradualmente ainda neste ano de 2021. No entanto, alerta para os riscos significativos de uma queda, devido à incerteza sobre o caminho…
Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

Timor-Leste: Ministério Público tem 2.577 processos pendentes

O Procurador-Geral da República de Timor-Leste, Alfonso Lopez, informou que o Ministério Público registou 2.577 casos pendentes a nível nacional. O anúncio foi…
Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

Estreia "Calígula morreu. Eu não" no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin