Diplomacia | Magrebe

Enviado especial da ONU para o Sara Ocidental Horst Köhler demite-se por “motivos de saúde”

Horst Köhler | Foto ONU/Mark Garten

Alegando “motivos de saúde”, Horst Köhler, 76 anos, enviado especial do secretário-geral da ONU para o Sara Ocidental apresentou demissão, confirmou esta quarta-feira 22 de Maio a ONU sem dar precisões sobre os problemas de saúde de Köhler.

Através de um comunicado o Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, “lamentou profundamente” a demissão de Horst Köhler mas diz “compreender perfeitamente”.

Desde que assumiu a função de enviado especial do secretário-geral da ONU para o Sara Ocidental, Horst Köhler, antigo presidente alemão, tentou desbloquear as relações entre Marrocos e a Frente Polisário, para uma solução para o Sara Ocidental, que permaneceram paralisadas durante seis anos.

Horst Köhler deslocou-se várias vezes a Marrocos e ao Sara Ocidental, assim como aos países envolvidos na questão. Por duas vezes conseguiu que a Frente Polisário e Marrocos restabelecessem o diálogo na Suíça, e um terceiro encontro já estava previsto, sem data marcada.

O antigo presidente alemão lamentava no entanto a inflexibilidade da Frente Polisário e a falta de vontade politica de Marrocos em avançar com o processo.

Após o anúncio oficial da demissão de Horst Köhler, Marrocos e a Frente Polisário separadamente lamentaram a partida do enviado especial da ONU, tendo o movimento sarauí reconhecido os “esforços dinâmicos” de Horst Köhler “para relançar o processo de paz”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo