Crise | Magrebe

Marrocos acusa Frente Polisário de incursões militares “gravíssimas” em zonas tampão

Arquivo

As autoridades marroquinas anunciaram este domingo, 01 de abril, que alertaram o Conselho de Segurança da ONU para as “gravíssimas” incursões militares em zonas tampão do Sara Ocidental.

“Se a ONU (…) não está disposta a pôr fim a estas provocações, (…) Marrocos irá assumir as suas responsabilidades e não tolerará que uma mudança possa ocorrer nesta zona”, disse em conferência de imprensa o ministro dos Negócios Estrangeiros marroquino, Nasser Bourita.

Marrocos acusa a Frente Polisário de levar a cabo incursões militares junto a Guerguerat, uma zona tampão no sul do Sara Ocidental, junto à fronteira com a Mauritânia. Local que já foi alvo de vivas tensões quando a Frente Polisário denunciara que Marrocos tinha penetrado ilicitamente no mesmo espaço.

Rabat acusa também a Frente Polisário de ter penetrado com camiões militares na zona tampão a leste do muro marroquino na região de Assa Zag.

Observadores referem que o aumento das tensões, e as acusações de Marrocos, poderá ser uma reação prévia de Rabat ao relatório sobre o Sara Ocidental de Hörst Kohler, enviado pessoal do Secretário-geral da ONU, que poderá ser “desfavorável” a Marrocos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo