Marrocos: Autoridades impedem atentado do Estado Islâmico com armas químicas

A polícia marroquina anunciou ter desativado um “uma célula terrorista” com ligações ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI) que integrava dez suspeitos, incluindo um francês. O grupo preparava-se para levar a cabo atentados em Marrocos. As autoridades apreenderam armas e substâncias biológicas e químicas.

“Descobrimos produtos químicos e biológicos que entram no fabrico de bombas sujas.” Declarou na passada sexta-feira o chefe do departamento central de investigação, Abdelhak Khiame.

Segundo as autoridades, estava a ser preparado um atentado de grande envergadura. A célula planeava um ataque de carro contra o Parlamento marroquino. Os hotéis Sofitel e Medina da estância balnearia de Essaouira também estavam nos planos do grupo, assim como um dos maiores centros comerciais de África, o Morroco Mall de Casablanca.

Entre os dez suspeitos encontrava-se um francês com cerca de 30 anos, técnico em electrónica.

Os membros da célula também teriam planeado o recrutamento de menores para concretizar um plano que incluía “guerrilha urbana de grande dimensão” sob a supervisão de um combatente do EI que se encontra atualmente na Turquia.

As autoridades marroquinas têm referido que desde 2002 desmantelaram pelo menos 152 células terroristas, 31 das quais nos últimos três anos e na grande maioria com “estreitos vínculos” aos jiadistas do EI, precisa o comunicado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin