Magrebe

Ministro argelino diz que “a droga e o terrorismo” são a força das moedas marroquina e tunisina

Chakib Khelil

Durante uma conferência em Tabessa o antigo ministro da Energia e das Minas argelino e antigo presidente da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), Chakib Khelil, do círculo próximo do presidente Abdelaziz Bouteflika, expôs a sua visão sobre os motivos que levaram o Dinar, moeda argelina, a perder 50% do seu valor em quatro anos.

O antigo ministro atribuiu a responsabilidade desta quebra à conjuntura muito desfavorável do preço do petróleo. Fazendo o paralelo com as moedas dos países vizinhos, particularmente o Dirham marroquino e o Dinar tunisino, cujos valores são mais estáveis que o Dinar argelino, Chakib Khelil alegou que “a droga, o turismo e o terrorismo fazem a força das moedas marroquina e tunisina”.

Segundo a análise do antigo ministro “quando um terrorista chega a um país, leva consigo dólares ou euros, que fortalecem a moeda local”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo