Magrebe | Segurança

Pentágono confirma morte de alto comando da Al-Qaeda em ataque aéreo na Líbia

O Exército dos EUA confirmou esta quinta-feira a morte de Musa Abu Dawud, “um alto comandante da Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQMI)”, abatido juntamente com outro suposto jihadista durante um “ataque aéreo de precisão” executado no passado sábado perto da cidade de Ubari, sudoeste da Líbia.

“As forças dos EUA realizaram um ataque aéreo de precisão perto de Ubari (Líbia), em 24 de março, matando dois terroristas da Al Qaeda, incluindo Musa Abu Dawud,” um líder da Al Qaeda no Magrebe Islâmico (AQIM), reportou o comando militar para a África (Africom) através em comunicado.

De acordo com a nota, o ataque foi realizado em coordenação com o Governo de Acordo Nacional da Líbia, sem se terem registado vítimas civis.

“Dawud treinou recrutas do AQMI na Líbia para realizar ataques na região. Fornecia apoio logístico, fundos e armas ao AQMI, o que permitiu ao grupo terrorista ameaçar e atacar interesses americanos e ocidentais na região”, acrescentou a Africom.

Desde que e, 2011, a comunidade internacional contribuiu para a vitória dos rebeldes sobre a ditadura de Muammar Gaddafi, a Líbia é um Estado fracassado, uma vítima do caos e guerra civil.

Atualmente, existem dois governos, um apoiado pela ONU no oeste e outro orientados por Khalifa Hafter, um ex-líder da oposição de Gaddafi recrutado pela CIA e que controla o leste do país.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo