Tunísia: Governo demite governador de Gafsa

O governador da região negligenciada, mas rica em fosfato, de Gafsa, na Tunísia, foi demitido, segundo um oficial que falou em “falhas” na gestão das relações de trabalho no setor da mineração.

A decisão surge após protestos na Tunísia no mês passado, inclusive em Gafsa, provocando dos piores distúrbios sociais desde a revolução de 2011.

Uma fonte oficial disse que Taieb Zarai – que ocupava o cargo desde abril do ano passado – foi demitido por “falhas”, especialmente na gestão das relações de trabalho no setor do fosfato.

Gafsa é economicamente importante por causa das suas minas de fosfato, mas permanece entre as áreas mais pobres da Tunísia apesar da sua riqueza de recursos.

No início deste mês, 60 tunisianos desempregados de Gafsa caminharam 400 quilómetros até Tunis para exigir empregos.

Desde a revolta de 2011, que derrubou Ben Ali, as autoridades não conseguiram melhorar a economia do país ou resolver as desigualdades regionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin