Arábia Saudita: Mulheres já podem conduzir

As mulheres da Arábia Saudita já podem conduzir.  O levantamento da proibição, uma reforma levada a cabo pelo príncipe herdeiro, Mohammad bin Salman, aconteceu ontem, domingo, numa mudança histórica e de consequências profundas num dos países mais conservadores do Mundo.

A medida insere-se na política de modernização e abertura introduzida pelo príncipe herdeiro, juntamente com a reabertura dos cinemas e a permissão para a realização de concertos.

Apesar destas reformas, as mulheres sauditas ainda estão obrigadas a vestir em público abayas (uma espécie de bata que cobre as roupas), complementadas não por força da lei mas dos costumes de hijab (véu que cobre a cabeça) e de niqab (cobre o rosto, com abertura nos olhos). Cada mulher tem um guardião (wali) que tem de dar permissão para que possa casar-se, viajar ou abrir uma conta bancária. Perante a justiça, o testemunho de uma mulher vale metade do que o de um homem. Em caso de divórcio, as mães só podem ficar com as crianças até aos sete anos, se forem do sexo masculino, ou nove, se forem meninas. Também está ainda vedado às mulheres sauditas o relacionamento com homens fora do circulo familiar.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, congratulou-se com a medida, declarando através de um comunicado do seu porta-voz, Stéphane Dujarric. “O secretário-geral deseja prestar tributo às mulheres da Arábia Saudita pelos seus esforços para alcançar esta importante conquista legal, que contribuirá para a sua mobilidade económica e social e para o desenvolvimento do país”, é acrescentado.

António Guterres “espera que a Arábia Saudita continue a sua viagem em direção à igualdade fundamental para a mulher e para as meninas”, refere o comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

Moçambique: Ciclone Tropical GOMBE destrói e mata em Nampula

O Ciclone Tropical “GOMBE”, o terceiro fenómeno meteorológico a afectar as províncias da Zambézia, Nampula e Cabo  Delgado depois das…
Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Brasil: Missão de solidariedade resgata 68 refugiados da guerra na Ucrânia 

Pousou em solo nacional na manhã desta quinta-feira (10) o avião da Força Aérea Brasileira (FAB) que trazia 42 brasileiros…
Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

Moçambique conta com forças militares da África do Sul até abril

O Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, decidiu estender até 15 de abril o destacamento da Força Nacional de…
Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

Timor-Leste em risco de grave crise nos preços com conflito na Ucrânia

O Programa Alimentar Mundial (PAM) avisa que o conflito existente na Ucrânia pode vir a causar aumentos adicionais de preços nos produtos…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin