Crianças sírias recorrem ao suicídio e à auto agressão devido aos horrores da guerra

Muitas crianças que vivem na Síria, algumas de 12 anos de idade, estão a auto agredir-se, a tomar drogas e até mesmo a tentar o suicídio devido aos horrores que têm enfrentado nos seis anos de conflito, referiu um grupo internacional de ajuda na passada segunda-feira.

Uma em cada quatro crianças está a desenvolver um distúrbio de saúde mental, revelou a “Save the Children” num relatório realizado sobre as crianças do país.

Cerca de 5 milhões de sírios fugiram do país desde que a guerra começou em 2011, mas 13.5 milhões ainda precisam de ajuda na Síria e quase metade são crianças, de acordo com a agência humanitária das Nações Unidas “UNOCHA”.

Pesadelos, raiva, pensamentos suicidas e depressão são alguns dos sintomas presentes nas crianças sírias que sofrem de uma elevada carga traumática provocada por bombardeamentos, mortes e destruição, referiu a organização.

A maioria das crianças entrevistadas para o relatório estava com muito medo para brincar na rua, abandonaram a escola ou testemunharam a morte de um amigo ou parente.

“Há cerca de 5 ou 6 meses, uma criança de 12 anos de idade cometia suicídio. Nunca vimos nada assim antes, nem com pessoas mais velhas”, referiu Sharif, um assistente de saúde mental sírio, citado no relatório. “O seu pai foi morto num carro-bomba e tentaram explicar à criança que agora o seu pai é um mártir e que está a caminho do paraíso, então a criança pensou que se morresse, veria seu pai. Enforcou-se com um cachecol.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Dia Mundial do Teatro celebrado no Rossio e online

Dia Mundial do Teatro celebrado no Rossio e online

Este ano, o Teatro Nacional D. Maria II celebra o Dia Mundial do Teatro no Rossio, mas também noutras zonas…
Líderes dos EUA e da China conversam sobre guerra

Líderes dos EUA e da China conversam sobre guerra

Os Presidentes dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, e da China, Xi Jinping, iniciaram uma conversa telefónica nesta…
Moçambique: Polícia anúncia morte                    de 10 terroristas na Ilha Matemo, em Cabo Delgado

Moçambique: Polícia anúncia morte  de 10 terroristas na Ilha Matemo, em Cabo Delgado

A Polícia da República de Moçambique, em Cabo Delgado, anunciou na passada quinta-feira, em Pemba, a morte de 10 supostos terroristas, que desde a madrugada de quarta-feira invadiram a ilha Matemo, no arquipélago das Quirimbas.O Porta-voz da PRM em Cabo Delgado, Ernesto Madungue, disse que, as Forças de Defesa e Segurança, ainda trabalham para tirar de acção, outros elementos terroristas, que alegadamente estão misturados com a população.O Porta-voz da corporação em Pemba, não esclareceu, como as FDS estão a trabalhar, para não pôr em causa ou mesmo confundir os…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin