Entre janeiro e julho deste ano Arábia Saudita executou pelo menos 40 pessoas, Aministia Internacional

A Aministia Internacional lançou um novo relatório sobre a repressão na Arábia Saudita após o período em que assumiu a presidência do G20.

Segundo a organização, durante 2020, as execuções registadas na Arábia Saudita diminuíram 85%. Imediatamente após o fim da presidência da Arábia Saudita do G20, as execuções foram retomadas com 9 pessoas executadas apenas em dezembro de 2020. Este ano, só entre janeiro e julho de 2021, pelo menos 40 pessoas foram executadas.

O relatório “Saudi Arabia’s post-G20 – Crackdown on Expression: Resumption of crackdown on free speech, human rights activism and use of death penalty”, lançado no passado dia 3 de agosto, documenta como, na sequência de uma pausa nos processos judiciais contra ativistas pacíficos e de uma queda significativa do número de execuções enquanto a Arábia Saudita assumiu a presidência do G20 em 2020, as autoridades intensificaram a sua repressão e aumentaram as execuções no primeiro semestre deste ano.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola diz que guerra na Ucrânia causa aumento do preço da comida

Angola diz que guerra na Ucrânia causa aumento do preço da comida

O Governo angolano admitiu nesta segunda-feira, 28 de novembro, que os impactos da crise global, principalmente a guerra na Ucrânia,…
Portugal vai reforçar contributo para conjunto de apoios da NATO à Ucrânia

Portugal vai reforçar contributo para conjunto de apoios da NATO à Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Portugal, João Gomes Cravinho, anunciou nesta terça-feira, 29 de novembro, que o país vai…
Guiné-Bissau: Partido da Renovação Social insiste que a CNE tem de ser regularizada

Guiné-Bissau: Partido da Renovação Social insiste que a CNE tem de ser regularizada

A caducidade da Comissão Nacional de Eleições (CNE) continua a ser o assunto de debate entre o Presidente da República…
Brasil:  Brasileiros já são os maiores investidores no mercado imobiliário de Portugal, com € 30 bilhões 

Brasil:  Brasileiros já são os maiores investidores no mercado imobiliário de Portugal, com € 30 bilhões 

A revista Forbes revelou que os brasileiros já são a maior comunidade de investidores estrangeiros em Portugal, com 30 bilhões…