Iraque: Material radioativo roubado pode estar na posse do EI

O Iraque procura material radioativo roubado no ano passado, “altamente perigoso”, que pode estar em poder dos jihadistas do Estado Islâmico. O material, armazenado numa caixa de proteção do tamanho de um computador portátil, desapareceu de uma instalação de armazenamento, propriedade dos Estados Unidos da América, em Basra, em novembro passado, de acordo com documentos do Ministério do Meio Ambiente iraquiano.

Uma autoridade de segurança não identificada reconheceu: “Estamos com medo que o elemento radioativo caia nas mãos do Estado Islâmico”. “Eles podem simplesmente anexá-lo a explosivos e fazer uma bomba suja”, que é uma  arma radioativa que combina material radioativo com explosivos convencionais.

O documento, datado de 30 de novembro e dirigido ao Centro do ministério de Prevenção de Radiação, descreve “o roubo de uma fonte radioativa altamente perigosa Ir-192 com atividade altamente radioativa, de um depósito na área de Rafidhia da província de Basra”.

Um funcionário do Ministério do ambiente disse à Reuters que o dispositivo continha até 10 gramas de “cápsulas” Ir-192, um isótopo radioativo de irídio também usado para tratar o cancro.

O material é classificado como radioativo de categoria 2 pela Agência Internacional da Energia Atómica – o que significa que pode ser fatal para qualquer pessoa em contato com o mesmo, em questão de dias ou mesmo horas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Moçambique: INSS forma quadros em matéria de aposentação obrigatória

Mais de 40 técnicos, afetos nas diferentes áreas e unidades orgânicas do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), iniciaram, esta…
Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

Brasil: bloqueio da aplicação Telegram 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes revogou neste domingo (20) a decisão, assinada por ele mesmo…
Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Moçambique: Chuvas intensas "desligam" o país ao longo da estrada EN1

Desde o sábado passado, Moçambique está dividido, em resultado do arrastamento pelas águas das chuvas, de duas pontes ao longo…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin