Iraque: Segundo dia de ofensiva para recuperar o oeste de Mosul

É o segundo dia nesta segunda-feira, da ofensiva para retomar a parte oeste de Mosul. A operação de reconquista da cidade sob o controle da organização Estado Islâmico há dois anos e meio começou há 4 meses.

Nas últimas semanas, os combates tinham diminuído com o anúncio do controle do da margem este de Mosul dividida em dois pelo rio Tigre. Mas, no domingo, a parte mais difícil desta operação começou: a ofensiva da recuperação da parte mais povoada e histórica de Mosul a oeste do Tigre.

Os combates de hoje recomeçaram na direção do aeroporto de Mosul com as forças iraquianas apenas a alguns quilómetros desta área que marca a entrada sudoeste da cidade.

Na véspera da operação terrestre, que envolve milhares de soldados, apoiados pela Força Aérea dos Estados Unidos, o Governo de Bagdade fez cair sobre o centro urbano do oeste de Mosul milhões de panfletos, a alertar a população civil para bombardeamentos iminentes. Mas também a instar os combatentes do Daesh “a deporem as armas e a renderem-se antes de um destino inevitável às mãos de forças heróicas”.

As organizações humanitárias estão preocupadas com o destino de mais de 700.000 civis que ainda estão dentro da parte ocidental de Mosul, incluindo 350.000 crianças. Por enquanto nenhuma infra-estrutura humanitária foi construída no sudoeste de Mosul.

Ao mesmo tempo que a ofensiva no oeste de Mosul teve inicio no domingo, vários atentados realizados pelo EI provocaram a morte de três civis e outros 21 ficaram feridos, no leste de Mosul. No primeiro ataque, perto de um restaurante no bairro de Al Zuhur, um civil morreu e outros sete ficaram feridos. O segundo atentando, junto a um mercado no bairro de Nabi Yunis, provocou a morte de dois civis e ferimentos em outros cinco, alguns deles de gravidade. No mesmo bairro, um jihadista detonou um carro-bomba contra um posto de controlo das forças iraquianas e pelo menos cinco soldados ficaram feridos, dois deles em estado grave., vários ataques suicidas ocorreram na parte oriental da cidade sob o controle do exército iraquiano.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: CNE destaca tranquilidade durante recenseamento eleitoral

Moçambique: CNE destaca tranquilidade durante recenseamento eleitoral

O presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) de Moçambique, Dom Carlos Matsinhe, afirmou que o recenseamento eleitoral tem decorrido…
Cabo Verde: PR promulga cinco diplomas do Governo

Cabo Verde: PR promulga cinco diplomas do Governo

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, promulgou cinco diplomas do Governo na segunda-feira, 15 de abril. …
Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

Timor-Leste: Fretilin congratula-se com visita de Papa Francisco

A Frente Revolucionária de Timor-Leste Independente (Fretilin) congratulou-se nesta quarta-feira, 17 de abril, com a visita do Papa Francisco ao…
Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

Ucrânia: Conselheiro de Zelensky diz que não há negociações em curso com a Rússia

O conselheiro presidencial ucraniano, Mykhailo Podolyak, informou nesta quarta-feira, 17 de abril, que não há conversações e negociações em curso…