Israel constrói barreira de segurança ao longo da fronteira jordana

Israel começou a construir uma barreira de segurança maciça ao longo da parte sul da fronteira com a Jordânia, confirmou o Ministério da Defesa israelita.

Com um custo estimado em cerca de 70 milhões de euros, o projeto foi aprovado pelo governo israelita em junho e está previsto avançar até ao final do ano. A vedação estende-se por 30 quilómetros a partir de Eilat, cidade turística do sul de Israel, até à área de um novo aeroporto internacional em Timna.

O Ministério da Defesa divulgou uma foto da barreira que mostrava trabalhadores da divisão do ministério de Engenharia e Construção a começarem a trabalhar na barreira da fronteira. O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, disse em junho, na aprovação do plano, que a barreira estará inteiramente no território do Estado de Israel. “Não vai, de forma alguma, comprometer a soberania do Reino Hachemita da Jordânia e dos seus interesses nacionais”, disse Netanyahu.

Israel e Jordânia assinaram um tratado de paz em 1994 e mantiveram uma relação amigável desde então, incluindo coordenação militar e económica. No entanto, a recente contenda sobre a mesquita de al-Aqsa em Jerusalém Oriental, que Israel conquistou da Jordânia na guerra de 1967, aumentou as tensões entre os dois países.

A decisão de construir o muro vem depois de mais de um milhão de refugiados iraquianos e sírios fugirem nos últimos anos para a Jordânia, devido a conflitos em seus países, causando uma preocupação acrescida entre os oficiais de segurança israelitas sobre as perspectivas de militantes da Jihad Islâmica de se infiltrarem no território israelita através da Jordânia.

A Jordânia é único país com fronteira com Israel que não está bloqueado por uma barreira de segurança, tal como a barreira de segurança já existente ao longo da fronteira israelita com o Líbano.

Israel também construiu um muro fortificado ao longo da sua fronteira norte com a Síria e grande parte dos territórios na Cisjordânia e na Faixa de Gaza. Em 2013 Israel concluiu a construção de uma cerca de 240 quilómetros de comprimento equipada de alta tecnologia ao longo da sua fronteira com o Egito, a fim de evitar que os requerentes de asilo africanos entrassem no país mas também para impedir a penetração de grupos terroristas presentes no Sinai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Timor-Leste: Segunda fase de pagamento da Cesta Básica chega a 53 empresas

Timor-Leste: Segunda fase de pagamento da Cesta Básica chega a 53 empresas

O Ministério das Finanças de Timor-Leste realizou o pagamento da segunda fase da Cesta Básica a 53 empresas fornecedoras dos produtos alimentares da…
Cabo Verde: Ganhos na segurança alimentar ameaçados pela Covid-19

Cabo Verde: Ganhos na segurança alimentar ameaçados pela Covid-19

O ministro da Agricultura e Ambiente de Cabo Verde, Gilberto Silva, declarou que os ganhos alcançados pelo país nos últimos anos em matéria…
Angola: João Lourenço diz que país e EUA “estão no caminho certo”

Angola: João Lourenço diz que país e EUA “estão no caminho certo”

O chefe de Estado angolano, João Lourenço, considera que Angola e os Estados Unidos da América (EUA) “estão no caminho certo” para “importantes…
De regresso a Portugal, ex-imigrante lança livro sobre a experiência dos filhos na Suíça

De regresso a Portugal, ex-imigrante lança livro sobre a experiência dos filhos na Suíça

Mariana Sul Mendes é portuguesa, natural de Lisboa, licenciada em Relações Internacionais e viveu os últimos 12 anos na Suíça.…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin