Médio Oriente | Segurança

Israel: Detidas três pessoas acusadas de planear ataques inspirados pelo Estado Islâmico

As forças de segurança israelitas detiveram três suspeitos, árabes israelense, de 20, 26 e 32 anos, suspeitos de planearem ataques inspirados pelo Estado Islâmico. Os detidos vivem na vila de Tayibe, foram detidos em Setembro enquanto planeavam um incêndio num concerto durante o feriado muçulmano de Eid al-Adha, segundo declarações do porta-voz da Shin Bet.

De acordo com as forças de segurança, os suspeitos eram inspirados pelos jihadistas e consideravam que o concerto era contra o Islão.

O jovem de 20 anos, Amir Jabara, já era conhecido pelas forças de segurança depois de ter sido interrogado pela polícia quando foi expulso da Turquia ao tentar viajar para a Síria. Segundo a Shin Bet, outro suspeito planeava viajar para a Síria de parapente desde Israel.

Cerca de 50 árabes israelenses viajaram para a Síria e para o Iraque para se juntarem ao Estado Islâmico. Os árabes israelense são descendentes de palestinianos que permaneceram nas suas terras depois da criação de Israel em 1948, tendo optado pela nacionalidade israelita.

O Estado Islâmico não assumiu a autoria dos ataques em Israel, mas dois palestinianos que mataram a tiro quatro israelitas em Telavive em Junho inspiraram-se no grupo jihadista.

Um investigação recente demonstrou que 89 por cento dos palestinianos acreditam que o Estado Islâmico é um grupo radical que não representa verdadeiramente o Islão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo