Crise | Médio Oriente

Opositor sírio duvida que as conversações para a paz iniciem a 25 de janeiro

O representante da oposição síria, George Sabra, duvida que as negociações comecem a 25 de janeiro, em Genebra, conforme planeado, a não ser que se cumpram as condições humanitárias da ultima resolução da ONU, que obriga a que as partes no conflito permitam o acesso da ajuda humanitária e que acabem com os ataques contra os civis.

«Ainda há localidades cercadas. Os russos ainda atacam aldeias, escolas e hospitais», apontou Sabra. «Não existem sinais de boa-vontade».

George Sabra faz parte de um concelho formado em dezembro, com a missão de supervisionar as negociações para acabarem com os conflitos na Síria, que duram há cinco anos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo