Economia | Médio Oriente

Presidente turco anuncia plano para boicotar produtos eletrónicos dos EUA incluindo iPhones

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou um boicote aos produtos eletrónicos dos Estados Unidos, incluindo produtos da Apple.

Juntamente com um boicote à electrónica norte-americana, Erdogan indicou que o seu governo ofereceria mais incentivos para empresas investirem na Turquia.

Num discurso para membros do seu partido, Justiça e Desenvolvimento (AK), Erdogan disse que a nação “imporá um boicote aos produtos eletrónicos norte-americanos”. “Se eles têm iPhones, existe a Samsung do outro lado, e nós temos nosso próprio Vestel aqui”, disse, referindo-se à empresa de eletrónica turca.

“Juntamente com o nosso povo, ficaremos decididamente contra o dólar, os preços dos mercados cambiais, a inflação e as taxas de juros. Protegeremos nossa independência económica mantendo-nos unidos”, exortou o presidente turco.

Esta medida surge depois das taxas colocadas sobre as exportações turcas de metal na semana passada pelo presidente Donald Trump, que causou a queda livre da lira turca. A moeda perdeu mais de 40% de seu valor no ano passado e caiu para uma baixa histórica de 7,24 por dólar na segunda-feira.

As relações entre os dois países continuaram a piorar nos últimos dias, com o principal conselheiro de segurança nacional de Trump, John Bolton, a encontrar-se com o embaixador turco Serdar Kilic na segunda-feira. Após a reunião, Bolton não deu nenhuma indicação de que o impasse entre a Turquia e os Estados Unidos terminará, a menos que o pastor americano detido, Andrew Brunson, seja libertado. O pastor evangélico está a ser julgado por acusações de terrorismo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo