Representante sírio-curdo em Moscovo afirma ter garantias que a Rússia protegerá o YPG da invasão da Turquia

O ’embaixador’ sírio-curdo em Moscovo afirmou que a Rússia garantiu proteger as posições do YPG contra uma eventual invasão terrestre do exército turco.

Numa entrevista realizada na passada quarta-feira por um orgão de comunicação social russo, Rodi Osman, o representante dos sírios-curdos que muito recentemente abriu escritório em Moscovo, disse ainda que teme a investida terrestre do exército turco porque o atual poder político na Turquia é “um poder amante da guerra”.

Rossi Osman, que prestou declarações em curdo com a ajuda de um intérprete russo, é citado afirmando que: “a Rússia responderá se houver invasão pelas tropas turcas. Não se trata apenas de uma questão curda, mas também da soberania territorial da Síria”. E juntou: “A invasão da Turquia será o início de um grande e prolongado conflito de consequências imprevisíveis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Afeganistão: Talibãs voltam a pedir ajuda à Europa

Afeganistão: Talibãs voltam a pedir ajuda à Europa

Os talibãs apelaram à Europa para que se mantivesse em operação os aeroportos do Afeganistão. O pedido foi feito em conversas com representantes da União…
Revista de Imprensa Lusófona de 29 de novembro de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 29 de novembro de 2021

No Brasil o “Estadão” destaca que a “Falta de verba trava perícias do INSS [Instituto Nacional do Seguro Social] em ações judiciais”. A…
FMI considera insensato limitar projetos de gás em Moçambique

FMI considera insensato limitar projetos de gás em Moçambique

O representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Moçambique, Alexis Meyer-Cirkel, afirmou que é pouco sensato pensar em limitar o desenvolvimento dos projetos de…
Cabo Verde estima concluir privatizações no setor aeroportuário em 2022

Cabo Verde estima concluir privatizações no setor aeroportuário em 2022

O Governo de Cabo Verde informou que quer concluir em 2022 os processos de concessão e privatização das empresas públicas do setor aeroportuário,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin