Crise | Médio Oriente | Segurança

Síria: Estado Islâmico é derrotado na cidade emblemática Dabiq

Os rebeldes sírios apoiados pela Turquia, conquistaram este domingo, ao grupo Estado Islâmico (EI), a cidade de Dabiq na Síria, um bastião da propaganda dos islamitas, no noroeste do país, mencionada em profecias apocalípticas sunitas.

Além de ser uma posição militar e de valor estratégico, os jihadistas acreditam numa profecia de Maomé, transcrita no Corão, de que será em Dabiq que os muçulmanos irão derrotar os infiéis, no dia do Juízo Final. A cidade foi o cenário dos vídeos de propaganda do auto-proclamado Estado Islâmico.

O Estado Islâmico desvalorizou a provável perda de Dabiq, com uma referência à profecia sunita. “Estas batalhas de toca e foge em Dabiq e nos seus arredores – a pequena batalha de Dabiq – vai acabar no grande épico de Dabiq”, disse o grupo num panfleto publicado ‘online’ na quinta-feira.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os jihadistas bateram em retirada de Dabiq, após igual fuga dos extremistas das localidades de Sauran y Ehtimilat, situadas a noroeste da província de Alepo.

Entretanto a aviação russa e síria voltaram a bombardear no domingo o leste da cidade de Alepo, sob controlo dos rebeldes, provocando a morte de pelo menos 40 civis e ferindo dezenas de pessoas.

Cerca de 250 mil pessoas permanecem sitiadas em Alepo, onde os bombardeamentos visaram nas últimas semanas vários hospitais, agravando a crise humanitária na localidade.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo