Os próximos 20 anos são cruciais para determinar o futuro do carvão

Países como Austrália e Indonésia podem perder biliões de dólares se continuarem a investir em novas minas de carvão e exportações, à medida que o mundo se afasta dos combustíveis fósseis.

Estas são as conclusões de uma nova análise liderada por uma equipa do Imperial College London e que inclui investigadores da Queen Mary University of London e da Deloitte, publicada ontem, dia 8 de junho, na revista Joule.

Segundo o novo estudo, seguir o caminho sustentável irá resultar em que um terço das minas de carvão atuais se tornem ativos perdidos em 2040. Isso significa que esses ativos se tornam economicamente inviáveis ​​antes do fim de sua vida útil operacional e precisam ser descartados. 

Esta situação fará com que as nações produtoras de carvão, como Austrália e Indonésia, percam receitas vitais de exportação e empregos à medida que o comércio internacional diminui. Por exemplo, a Austrália pode perder 25 biliões de dólares por ano neste cenário e, globalmente, 2,2 milhões de empregos podem estar em risco.

No entanto, essas perdas são evitáveis, dizem os autores, se as instituições financeiras e os governos se prepararem para a mudança. Isso poderá incluir o desinvestimento precoce do carvão para evitar o bloqueio no desenvolvimento futuro e financiar o requalificação dos trabalhadores do carvão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

Angola defende Guiné Equatorial no processo da pena de morte

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, acredita que a Guiné Equatorial está “a fazer a sua parte” para abolir a pena…
Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

Timor-Leste regista 856 empresas indonésias

O Embaixador da Indonésia em Timor-Leste, Sahat Sitorus, informou que o Serviço de Registo e Verificação Empresarial de Timor-Leste (SERVE-TL) registou, atualmente,…
Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebe apoio de 4.6 biliões de meticais da Alemanha

Moçambique recebeu nesta quinta-feira, 17 de junho, 4.6 biliões de meticais da Alemanha para o setor da Educação e obras públicas. A…
Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 18 de junho de 2021

O “Jornal de Angola” escreve que a “Taxa de desemprego cai para 30,5 por cento”. De acordo com o “Portal de Angola”,…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin