Os próximos 20 anos são cruciais para determinar o futuro do carvão

Países como Austrália e Indonésia podem perder biliões de dólares se continuarem a investir em novas minas de carvão e exportações, à medida que o mundo se afasta dos combustíveis fósseis.

Estas são as conclusões de uma nova análise liderada por uma equipa do Imperial College London e que inclui investigadores da Queen Mary University of London e da Deloitte, publicada ontem, dia 8 de junho, na revista Joule.

Segundo o novo estudo, seguir o caminho sustentável irá resultar em que um terço das minas de carvão atuais se tornem ativos perdidos em 2040. Isso significa que esses ativos se tornam economicamente inviáveis ​​antes do fim de sua vida útil operacional e precisam ser descartados. 

Esta situação fará com que as nações produtoras de carvão, como Austrália e Indonésia, percam receitas vitais de exportação e empregos à medida que o comércio internacional diminui. Por exemplo, a Austrália pode perder 25 biliões de dólares por ano neste cenário e, globalmente, 2,2 milhões de empregos podem estar em risco.

No entanto, essas perdas são evitáveis, dizem os autores, se as instituições financeiras e os governos se prepararem para a mudança. Isso poderá incluir o desinvestimento precoce do carvão para evitar o bloqueio no desenvolvimento futuro e financiar o requalificação dos trabalhadores do carvão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Oposição deu as boas-vindas a José Eduardo dos Santos

Angola: Oposição deu as boas-vindas a José Eduardo dos Santos

O ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos regressou ao país nesta terça-feira, 14 de setembro, depois de ter estado dois…
Cabo Verde: Carlos Veiga quer continuar a “servir o país” com “com a experiência e conhecimento adquiridos”

Cabo Verde: Carlos Veiga quer continuar a “servir o país” com “com a experiência e conhecimento adquiridos”

Carlos Veiga, candidato a Presidente da República de Cabo Verde, declara ser, “um cidadão comum, bisavô, avô, pai, marido e…
Moçambique: Sistema de Segurança Social completa 32 anos de existência

Moçambique: Sistema de Segurança Social completa 32 anos de existência

Comemora-se no próximo sábado, dia 18 de Setembro, o 32º aniversário da criação do Sistema de Segurança Social em Moçambique,…
Timor-Leste: Aulas em Díli e Ermera suspensas até 19 de setembro

Timor-Leste: Aulas em Díli e Ermera suspensas até 19 de setembro

O Ministério da Educação, Juventude e Desporto de Timor-Leste anunciou que as aulas presenciais nos municípios de Díli e Ermera…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin