Sahel

Amadou Toumani Touré garante que não será candidato à presidência do Mali em 2018

Amadou Toumani Touré

O antigo presidente do Mali Amadou Toumani Touré (ATT) ainda não regressou ao país, mas já circula em Bamako que o ex-presidente, forçado a abandonar as suas funções na sequência do Golpe de Estado de 2012, será candidato à presidência nas eleições do próximo ano.

O suposto rumor terá origem numa interpretação do desejo manifestado pelo Partido pelo Desenvolvimento Económico e Social (PDES), fiel ao antigo presidente, que sugeriu que seria solicitado ao ex Chefe de Estado que se apresentasse como candidato à presidência.

O desmentido chegou da capital senegalesa, Dakar, onde ainda se encontra ATT. Contactado pelo jornal maliano L’Aube, Amadou Toumani Touré disse que nunca “passou pela cabeça candidatar-se à presidência ou a qualquer outro mandato eletivo”.

Apesar do desmentido, ATT não convenceu os malianos. Em Bamako dizem que Amadou Toumani Touré não quer provocar “tensões” antes da sua chegada à capital maliana, prevista para 24 de dezembro. Por outro lado, consideram que ATT não quer manifestar intenções politicas quando ainda é um alvo da justiça do seu país.

“Após resolvidos os seus problemas judiciais, em nome da reconciliação nacional, Amadou Toumani Touré poderá manifestar vontade de ser candidato à presidência”, disse à e-Golbal fonte em Bamako que lembrou que o PDES “nunca emitiria uma opinião ou intenção sem o aval direto de ATT”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo