Sahel | Segurança

Chade: Exército destrói base do Boko-haram

O exército do Chade lançou uma ofensiva no passado dia 08 de março, em Midai, na Nigéria, contra uma organização do grupo terrorista Boko-haram.

Segundo o comunicado das autoridades,  17 elementos do Boko-haram foram mortos e dois foram feridos e detidos. Dois elementos das autoridades tiveram ferimentos ligeiros.

O governador da região do Lago, M. Adoum Fortey Amadou, recordou o papel desta luta colectiva contra o Boko-haram, insistindo que todo o ato ou pessoas suspeitos devem ser imediatamente assinalados. Também o  governador Adoum Fortey apelou ao comité de vigilância que se apoie nas forças de defesa e de segurança para que as ações sejam bem coordenadas.

O sub-prefeito  de Ngouboua, M. Bakhit Bâchar, sublinhou que as populações da sua circunscrição, que não têm outra atividade para além da agricultura, a pesca e o comércio, apenas pedem a paz e a segurança para que possam dedicar-se normalmente às suas ocupações.

O governante constatou que desde que as autoridades decidiram instalar um posto no sector nº1 em Ngouboua, as ameaças do Boko-haram diminuíram.

Apesar das baixas provocadas pelas ações das forças de defesa e de segurança, o Boko-haram ainda persiste na região do Lago Chade. Para continuar as operações kamikazes e outros ataques mortais, esta seita nigeriana tenta instalar postos na fronteira entre a Nigéria e o Chade.

O Lago Chade, que fica entre a fronteira do Chade com Camarões, Níger e Nigéria, tem sido alvo constante dos terroristas. Em novembro do ano passado, o governo do país declarou situação de emergência na região.

Nos últimos seis anos, o grupo nigeriano matou mais de 20 mil pessoas e expandiu os ataques aos países vizinhos, que formaram uma força regional para combater os extremistas.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo