Chade: Oposição armada diz que prisioneiros de guerra estão a ser executados

A Frente pela Alternância e a Concórdia no Chade (FACT, na sigla francesa) acusou, através de um comunicado, o que define como “as milícias no poder” de “executarem sumariamente” combatentes da organização que foram “constituídos prisioneiros de guerra” e exige um “inquérito internacional independente sobre o destino destes prisioneiros”.

No mesmo documento, assinado por Kingabé Ogouzeïmi de Tapol, a FACT acusa também a força aérea das tropas francesas da operação Barkhane de, desde 11 de Abril de 2021, “estar ao serviço do regime ditatorial de N’Djamena”.

“Esta aviação sobrevoa dia e noite a posição das nossas forças de resistência nacional e fornece informações militares à junta no poder em N’Djamena”, refere a FACT. “Informações relativas às movimentações das nossas tropas são comunicadas em tempo real à junta no poder pelo comando da missão Barkhane instalada em N’Djamena”, precisa a organização que acusa a França de “ingerência nos assuntos chado-chadianos”.

A 29 de Abril a FACT anunciara ter abatido um helicóptero das forças armadas chadianas quando o aparelho procedia ao bombardeamento de posições da organização na região Norte-Kanem . As autoridades em N’Djamena reconheceram a queda do aparelho, alegando ter sido resultado de uma avaria.

Na mesma ocasião a FACT alertara que “não aceitará mais o sobrevoo das suas posições e localidades que estão sob o seu controlo” e que a sua “defesa antiaérea está pronta para todos os ataques” considerando que qualquer aparelho que sobrevoe as suas posições como um “elemento hostil” que “será abatido sem aviso prévio”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: JES colocado no Conselho de Honra do MPLA

Angola: JES colocado no Conselho de Honra do MPLA

O Bureau Político do MPLA aprovou nesta terça-feira, 14 de dezembro, a proposta de composição do seu secretariado e do…
São Tomé e Príncipe: Início da discussão do Orçamento Geral do Estado 2022, na Assembleia Nacional

São Tomé e Príncipe: Início da discussão do Orçamento Geral do Estado 2022, na Assembleia Nacional

Teve início esta segunda-feira, 13 de dezembro, no Parlamento São-Tomense, a discussão para votação do Orçamento Geral do Estado, OGE…
Cabo Verde: PR quer "tolerância zero" na violência contra menores

Cabo Verde: PR quer "tolerância zero" na violência contra menores

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, considera que toda a sociedade está a falhar no combate…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin