Cinco funcionários de empresa chinesa assassinados no Mali

Cinco funcionários de uma empresa chinesa de telecomunicações foram raptados e assassinados perto de Niafunkê, a sul de Tombouktuk, no centro do Mali.

Os cinco trabalhadores, quatro malinenses e um togolês instalavam cabos de fibra ótica perto da cidade de Niafunke quando foram raptados por indivíduos armados, na passada sexta-feira. No sábado, os corpos foram encontrados ao longo da estrada, segundo fonte local.

Confirmando o ataque, fonte da empresa chinesa que pediu o anonimato, declarou que a empresa não poderia continuar a trabalhar em clima de insegurança.

Atualmente três empresas de telecomunicações chinesas estão a operar no Mali, à mercê de ataques jihadistas, apesar da assinatura de um acordo de paz entre o governo maliano e os grupos armados Touareg.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Em Portugal o “Público” noticia que o “PS lança novo portal que permite pagamento de quotas e adesões online”. De acordo com o…
As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

Em média, as primeiras memórias que as pessoas podem recordar remontam a quando tinham apenas dois anos e meio de…
Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, informou que o mais recente pedido de suspensão da dívida por parte do país a parceiros…
Marrocos quer impulsionar energias renováveis ​​e hidrogénio verde

Marrocos quer impulsionar energias renováveis ​​e hidrogénio verde

Marrocos anunciou a ambição de aumentar a participação da capacidade total de energia renovável para mais de 52% até 2030.…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin