Sahel | Segurança

EUA reconhecem presença militar no Sahel após morte de militares americanos no Níger

Arquivo

A morte de soldados americanos numa emboscada no Níger forçou os EUA a reconhecerem, pela primeira vez, a presença de militares norte-americanos no Sahel.

Segundo o New York Times, citando fontes anónimas, três soldados americanos foram mortos e dois ficaram feridos, o incidente aconteceu durante uma emboscada, refere a agência AFP, perpetrada “por homens fortemente armados provenientes do Mali” que “visaram uma patrulha de soldados nigerianos e americanos”. A Rádio França Internacional (RFI) precisa que a patrulha mista caiu numa “armadilha” durante a perseguição de homens armados que tinham atacado a aldeia de Tongo Tongo na região Norte- Tillabéri.

O comando americano para África (Africom) confirmou através de um comunicado que uma patrulha mista americano-nigeriana tinha sido alvo de um ataque. Também a porta-voz da Casa Branca em Washington, Sarah Sanders, referiu que Donald Trump tinha sido informado “sobre o Niger”, sem contudo avançar com precisões.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo