Sahel | Segurança

Mali: A ameaça jihadista atrasa a aplicação do acordo de paz

Ao longo do s últimos doze meses, a ameaça jihadista no norte do Mali aumentou de forma inesperada e trágica comprometendo a aplicação do Acordo de paz e reconciliação.

Os ataques terroristas, emboscadas e raptos, aumentaram no norte do Mali provocando inúmeras mortes entre civis e militares, sendo as mulheres e crianças as principais vítimas, apesar do acordo de paz assinado entre o governo maliano e os grupos rebeldes.

Na opinião dos observadores, para que o tratado tenha resultados positivos, será necessário, não só isolar os grupos rebeldes, mas também multiplicar o patrulhamento misto. Além disso, urge resolver a situação de Kidal, um santuário de terrorismo que alberga um Estado, dentro de um Estado.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo