Sahel | Segurança

Mali: Clãs Tuareg do norte acordam cessar-fogo

Dois clãs Tuaregs no norte do Mali, conhecidos como Imghads e Daoussak, acordaram cessar as hostilidades depois de uma onda de violência ter vitimado dezenas de pessoas no mês passado.

Os confrontos, alimentados pela suspeita de assassinato do líder dos Daoussak, intensificaram o trabalho da Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de consolidar o acordo de paz assinado em Junho que pretende acabar com o ciclo de rebeliões lideradas pela minoria Tuareg do norte.

Apesar das centenas de milhões de dólares prometidos por doadores internacionais, as negociações pararam devido a uma intensificação da insurgência islâmica que tem dificultado o acesso das forças pacifistas da ONU bem como do exército do Mali.

Num acordo assinado pelos líderes dos clãs, em Tinfadimata, na semana passada, estes comprometem-se a suspender todas as formas de violência, especialmente na região de  Menaka e Ansongo. A reunião entre os dois clãs foi confirmada pelo porta-voz da MINUSMA (Missão de paz da ONU no Mali), que medeia as negociações.

No ano passado, um outro conflito entre clãs Tuareg também ameaçou enfraquecer o acordo de paz até um cessar-fogo ter ser assinado em Outubro, dissipando as tensões.

Um dos grandes desafios das Nações Unidas que tem tentado estabelecer a ordem  na região é a dificuldade em distinguir os desertores jihadistas e os milicianos dos clãs que assinaram o acordo de paz em Junho porque ambos operam na mesma região no norte do Mali.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo