Geopolítica | Sahel

Mali: Tieman Hubert Coulibaly sucede a ele mesmo

Tieman Hubert Coulibaly sucedeu a ele mesmo, no 6º congresso da União para a democracia e desenvolvimento (UDD), e onde estiveram presentes representantes do interior, do distrito de Bamako e do estrangeiro. Também participaram da cerimónia de abertura vários líderes políticos, dirigentes dos movimentos armados signatários do Acordo para a paz e reconciliação.

Coulibaly, que foi eleito por unanimidade, por um mandato de cinco anos, apelou aos líderes dos partidos da Aliança das Forças Democráticas (AFD), para que acelerem o processo de fusão das diferentes formações, a fim de constituir uma união politicamente forte para apoiar o Presidente da República, Ibrhaim Boubacar Keita, na luta pelas melhorias de condições de vida dos cidadãos.

O líder reafirmou o seu compromisso de apoio ao projeto presidencial e sublinhou a importância da escolaridade para todos as crianças, a construção de escolas e contratação de professores. Coulibaly, pronunciou-se também a favor da adequação entre a formação académica e o mercado de emprego.

O partido recomenda também que se ponha em curso uma politica sanitária apropriada, um reforço tecnológico, a política de cesariana gratuita, melhoria das condições dos magistrados. Defende também a descentralisação e o desenvolvimento local.

Tièman Hubert Coulibaly enviou as condolências aos familiares das vítimas do ataque terrorista no Burkina Fasso na passada sexta-feira, e reafirmou a determinação do governo em dotar as forças de defesa e segurança de meios para o combate a esta nova forma de criminalidade transfronteiriça.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo