Sahel | Segurança

Níger: Ataque contra base militar de Inates causa mais de uma centena de mortos entre soldados e terroristas

Forças Armadas do Níger (Arquivo)

Um ataque levado a cabo esta terça-feira 10 de Dezembro contra uma base militar em Inates na região Tillabéry no oeste do Níger, a cinco quilómetros da fronteira maliana, causou a morte de 71 soldados, feriu 12 e vários estão desaparecidos. Um primeiro balanço aponta que mais de 50 terroristas morreram durante a operação.

Segundo o porta-voz das forças armadas do Níger o ataque durou várias horas, tendo os militares nigerianos neutralizado vários terroristas. O mesmo responsável adiantou que os atacantes lançaram a ofensiva contra a base militar em “veículos kamikazes”. Uma testemunha referiu que os terroristas antes de iniciarem a ofensiva bombardearam a base militar provocando “muitas baixas”.

Apesar do ataque ainda não ter sido reivindicado, as autoridades nigerianas apontam como responsável a organização terrorista Estado Islâmico no Grande Saara (EIGS), cada vez mais activa na região.

Assim que foi informado do ataque, o presidente do Níger, Issoufou Mahamadou, interrompeu a sua participação na conferência sobre “Paz Durável, Segurança e Desenvolvimento em África” que decorre no Cairo, e regressou a Niamey.

A pedido de Issoufou Mahamadou, o presidente francês Emmanuel Macron decidiu adiar a reunião com os cinco países que participam na força G5 Sahel inicialmente agendada para 16 de Dezembro em Pau, França, e agora prevista para o início de 2020. Nesta reunião será abordada a questão da segurança no Sahel, reavaliada a coordenação e operacionalidade da força conjunta G5 Sahel bem como da força militar francesa na região no quadro da operação Barkhane.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo