Presidente da Coordenação dos Movimentos da Azawad assassinado em Bamako

O presidente da Coordenação dos Movimentos da Azawad (CMA), Sidi Brahim Ould Sidati, morreu esta terça-feira 13 de Abril, no hospital Golden Life em Bamako, capital do Mali, após ter sido alvejado por homens armados não identificados, em frente à sua residência.

Segundo as declarações de Attaye Ag Mohamed, responsável das questões jurídicas do CMA, Brahim Ould Sidati foi assassinado entre as 06:00 e 07:00 horas por dois indivíduos que estavam numa moto.

Brahim Ould Sidati foi um dos principais chefes rebeldes do norte do Mali, em 2015, em nome da CMA assinou em Argel um acordo de paz com o governo maliano e uma coligação composta por grupos armados aliados ao governo de Bamako.

A Coordenação dos Movimentos da Azawad (CMA) reagrupa ex grupos armados, maioritariamente tuaregues, que combateram as forças malianas no norte do país de 2012 até à assinatura do acordo de paz de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin