Sahel | Segurança

União Europeia financia projetos de saúde e educação na Líbia

O embaixador da União Europeia (UE) na Líbia, Bettina Muscheidt, anunciou na terça-feira que a UE apoiará financeiramente vários projetos na Líbia, incluindo saúde e educação.

Muscheidt falava no âmbito de uma reunião com o vice-primeiro ministro líbio, apoiado pela ONU, Ahmad M’etig, na capital líbia de Tripoli.

Na mesa da reunião esteve “o apoio prestado pela UE à Líbia em várias áreas, incluindo saúde, educação e informação”, referiu o gabinete de imprensa do primeiro-ministro em comunicado.

Também foi discutido o apoio da UE à Operação de Sófia para combater as migrações ilegais ao largo da costa da Líbia, bem como a formação dos Guardas da Líbia e do controle das fronteiras do sul, segundo o gabinete.

Os dois responsáveis também discutiram a situação política e económica na Líbia e a promoção da estabilidade e segurança no país norte-africano, o que, por sua vez, levará ao sucesso das próximas eleições deste ano,de acordo com o gabinete.

A UE lançou a operação naval “Operação Sofia” em 2015 para combater a imigração ilegal no Mediterrâneo, bem como o contrabando de armas para a Líbia.

A UE ampliou a operação até o final de 2018.

O almirante Enrico Crindindino, comandante da Operação Sofia, revelou anteriormente que a Europa pretende treinar 500 guardas costeiros líbios antes do próximo verão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo