Nacional

58 pessoas impedidas de entrar em Portugal no primeiro dia de controlo da fronteira com Espanha

Nas primeiras 24 horas de controlo das fronteiras terrestres com Espanha as autoridades portuguesas impediram a entrada de 58 pessoas em Portugal.

No total, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) com a colaboração da Guarda Nacional Republicana (GNR) controlou 5788 cidadãos, tendo havido ainda uma detenção por utilização de autorização de residência falsa.

O SEF é responsável pelo controlo documental e a GNR para além da fiscalização da fronteira é responsável pela circulação rodoviária. Neste âmbito, fiscalizou 1510 viaturas e registou um crime por condução sem habilitação legal.

O objetivo deste controlo é impedir as deslocações em turismo ou lazer entre os dois países no sentido de impedir novas cadeias de transmissão do vírus Covid-19. São autorizadas as entradas em Portugal de cidadãos nacionais ou com autorização de residência válida, a circulação de elementos das Forças Armadas e Forças e Serviços de Segurança, o acesso a unidades de saúde  nos termos de acordos bilaterais e é garantido o direito de saída de cidadão de outros países.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo