Açores na rota do furacão Lorenzo

O furacão Lorenzo deverá atingir “todo o arquipélago” dos Açores na quarta-feira, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Lorenzo avança a cerca de 17 quilómetros por hora no sentido norte-nordeste.

“Mantendo-se as previsões da trajetória, o centro do furacão deverá passar muito próximo do grupo Ocidental [ilhas das Flores e Corvo], afetando assim todo o arquipélago na próxima quarta-feira”, indicou o Instituto em comunicado.

Segundo a nota do IPMA, para o grupo Ocidental, é esperado “vento sueste rodando para noroeste com rajadas na ordem dos 180 km/h (com uma probabilidade de 20% de a rajada máxima ser superior a 200 km/h), chuva forte e ondas de sudoeste com altura significativa entre 10 a 12 metros”.

Já para o grupo Central dos Açores, formado pelas ilhas do Faial, Pico, São Jorge, Terceira e Graciosa, preveem-se “rajadas até 180 km/h (com uma probabilidade de 20% de a rajada máxima ser superior a 200 km/h, especialmente nas ilhas Faial, Pico e Graciosa), chuva forte e ondas de sudoeste com altura significativa entre 10 a 14 metros, com altura máxima de onda superior a 20 metros”.

Lorenzo é um furacão de grande dimensão com uma extensão que pode alcançar os 130 quilómetros e cujas rajadas máximas podem chegar a atingir os 250 km/h, ao momento da sua intensidade máxima.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, assegurou nesta segunda-feira, 16 de janeiro, que o Governo está a…
Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

O Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) elegeu como novos diretores, no último dia…
Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, salientou os “esforços” realizados para a pacificação como um dos principais marcos…
Moçambique: MISA repudia agressão da Polícia a jornalista da Rádio Comunitária Thumbine na Zambézia

Moçambique: MISA repudia agressão da Polícia a jornalista da Rádio Comunitária Thumbine na Zambézia

O Instituto de proteção de jornalistas na África Austral, em Moçambique, MISA, emitiu um comunicado está terça-feira (17), repudiando com…