Economia | Nacional

Adjudicado novo concurso para Concessão do Forte da Ínsua, em Caminha

O Forte da Ínsua, localizado a Sul da Foz do Rui Minho, foi concessionado por 50 anos à empresa Diverlanhoso, a qual irá agora  recuperar o espaço enquanto o estabelecimento de Hospedagem e actividades de animação cultural.

A concessão do monumento nacional, com uma renda anual de 1001 euros, foi feita através do Através do Programa REVIVE, com o objectivo de recuperar um espaço em avançado estado de degradação. Localizado  na Ínsua de Santo Isidro, na freguesia de Moledo, a  fortificação marítima abaluartada com planta estrelada irregular, possui no seu interior um convento ampliado em 1676, mas com origem franciscana do século XIV, erguido por determinação de D. João I de Portugal.

Este é um dos 33 imóveis inscritos na primeira fase do Revive, um programa conjunto dos ministérios da Economia, Cultura e Finanças, com a colaboração das autarquias locais.

Em 2019 foi lançada a segunda edição do Revive, com a integração de 16 novos imóveis. O programa integra atualmente um total de 49 imóveis, dos quais 21 se localizam em territórios do interior. Até ao momento foram lançados concursos para a concessão de 21 imóveis no Revive.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo