Ciência | Nacional

Ana Filipa Duarte Guedes distinguida com Prémio Pulido Valente Ciência 2017

O Prémio Pulido Valente Ciência 2017 será entregue à investigadora Ana Filipa Duarte Guedes esta quinta-feira, 1 de março, no Salão Nobre do Palácio das Laranjeiras, em Lisboa. O galardão distingue a aluna de Doutoramento do Instituto de Medicina Molecular (iMM) pelo artigo “Atomic force microscopy as a tool to evaluate the risk of cardiovascular diseases in patients” publicado em 2016 na Nature Nanotechnology. O prémio tem um valor de 10 mil euros.

A investigação permitiu identificar novos biomarcadores para a avaliação do riscocardiovascular, melhorando o prognóstico clínico, e demonstrar o contributo da Nanomedicina no âmbito da Cardiologia.

A investigadora analisou, através de microscopia de força atómica (uma técnica na área da Nanotecnologia), a interação entre o fibrinogénio (proteína do plasma sanguíneo decisiva no processo de coagulação e que tem sido identificada como potencial fator de risco nas doenças cardiovasculares) e os glóbulos vermelhos de doentes com insuficiência cardíaca crónica, de forma a perceber como o fibrinogénio influencia a agregação destas células.

A investigadora já foi distinguida com o Prémio Jovem Biofísico SPBf pela Sociedade Portuguesa de Biofísica, o Best Poster Award pela Sociedade Portuguesa de Biofísica e o Best Communication Award pela International Fibrinogen Research Society-França.

Atribuído pela Fundação Professor Francisco Pulido Valente e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, distingue todos os anos investigadores com menos de 35 anos, com o melhor artigo publicado numa área das Ciências Biomédicas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo