Apoio Sustentado às Artes 2023-2026

Em 2023, o Orçamento do Estado dá mais um passo para contrariar o subfinanciamento no setor da Cultura, ao concretizar um aumento de 114 % no financiamento às Artes no próximo quadriénio.

Sobre esta decisão, o ministro da Cultura sublinhou: “Eu próprio, em maio, na apresentação do OE 2022, anunciei um aumento de 18 % nos apoios às Artes relativamente ao ciclo anterior. Agora que temos um novo orçamento, foi possível ir mais longe. É uma demonstração material do compromisso do Governo com a Cultura.”

Pedro Adão e Silva reforçou ainda que “os 2 % da despesa discricionária que o OE 2023 prevê para a Cultura não são um mero número ou uma abstração, são recursos que efetivamente vão chegar às entidades e às pessoas que, um pouco por todo o país, desenvolvem a sua atividade.”

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…
Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

Angola: Governo entrega proposta do OGE 2023 até 15 de dezembro

O Governo angolano assegurou nesta quinta-feira, 24 de novembro, que vai entregar a proposta do Orçamento Geral do Estado (OGE)…
Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Cabo Verde regista três casos da sub-linhagem da variante Ómicron “BQ.1.1”

Segundo a Ministra da Saúde de Cabo Verde, Filomena Gonçalves, desde o início de novembro houve um pequeno aumento dos…
Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

Portugal reconhece qualificações académicas de 100 refugiados ucranianos

A Direção-Geral do Ensino Superior (DGES) de Portugal já reconheceu as qualificações académicas de cerca de 100 cidadãos ucranianos desde…