Nacional

Interessado na compra do Novo Banco desaparecido

O bilionário chinês Guo Guangchang, CEO do grupo Fuson, está desaparecido desde dia 9 de dezembro. O conglomerado Fuson International, um reconhecido grupo de investimento, é o dono do BES Saúde e da seguradora Fidelidade. O presidente do conglomerado está “inacessível”, mas a empresa diz que está a “lidar com a situação”.

Fuson era uma das empresas a licitar o Novo Banco, após o desmoronamento do Banco Espírito Santo, mas sem efeitos desde agosto. Segundo a Bloomberg, o presidente estava a ser investigado por corrupção desde 2013 e as últimas notícias dão conta que foi visto pela última vez no aeroporto de Xangai, escoltado pela polícia.

Autor: Caixin

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo