Economia | Nacional

Comissão Europeia adia decisão sobre sanções para Portugal e Espanha

A Comissão Europeia adiou para julho uma decisão sobre a possibilidade de aplicar coimas a Portugal e Espanha pelos défices excessivos.

O executivo da União Europeia deu aos dois países um prazo de um ano para reduzir os seus défices e fazer as reformas estruturais. Em julho vai decidir se estão a ser tomadas as “medidas decisivas” e, se a Comissão considerar que não estão, vai ser iniciado o procedimento por endividamento excessivo.

Portugal tem até ao final do ano para reduzir o seu défice para 2,3% do Produto Interno Bruto, pois défice português chegou a  3,2% do Produto Interno Bruto no ano que passou, a Comissão exigia um valor abaixo de 3%.

Espanha deve reduzir o défice para 3,7% este ano e 2,5% em 2017.

“O esforço deve ser conduzido de uma maneira forte e a um ritmo forte”, disse o comissário Pierre Moscovici em conferência de imprensa. Mas Moscovici disse que “não era o momento certo economicamente ou politicamente” para iniciar um processo de sanção, admitindo que a Comissão não queria interferir na campanha eleitoral espanhola que já está em marcha para as eleições legislativas de 26 de junho.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo