Em 2016 os portugueses viajaram mais vezes e por menos tempo, mas sem sair de Portugal

Os portugueses viajaram mais em 2016, revelam os dados divulgados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao 3º trimestre de 2016. No final do ano registaram-se 7,63 milhões de deslocações turísticas, um aumento de quase 10% relativamente ao mesmo período em 2015.

Para além de viajarem mais, viajam durante menos tempo, pois as deslocações de curta duração aumentaram 11,8% do segundo para o terceiro trimestre de 2016, representando 52,5% do total durante todo o ano. O território nacional foi o destino mais escolhido pelos portugueses, com um aumento de quase 10% do segundo para o terceiro trimestre de 2016.

O INE revela também que a principal motivação foi “lazer, recreio ou férias”, correspondendo um total de 59,9% das deslocações, e a escolha com maior expressão foi o “alojamento particular gratuito” que agregou 61,6% das dormidas. Para estas deslocações, os residentes preferiram o automóvel, com uma percentagem total de utilização relativamente a outros meios de transporte de 85,4%.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

O diário de Anne Frank regressa em 2023

O diário de Anne Frank regressa em 2023

Depois de uma temporada de 4 meses no Teatro da Trindade INATEL e com mais de 30 mil espectadores, o…
Angola: Consulado de Portugal abre agendamento para pedido de vistos

Angola: Consulado de Portugal abre agendamento para pedido de vistos

Consulado Geral de Portugal em Luanda anunciou a abertura, no próximo mês de fevereiro, de agendamento para pedido de vistos.…
Timor-Leste: Menos de metade dos beneficiários receberam cesta básica

Timor-Leste: Menos de metade dos beneficiários receberam cesta básica

As autoridades timorenses distribuíram cestas básicas a menos de metade dos beneficiários previstos durante os primeiros seis meses de implementação…
Cabo Verde: Governo fortalece cerco à criminalidade

Cabo Verde: Governo fortalece cerco à criminalidade

A Assembleia Nacional de Cabo Verde aprovou na especialidade, por proposta do Governo, as novas alterações ao diploma que aperta…