Nacional

Embarcação interceptada no Algarve com 22 migrantes a bordo

Agentes da Polícia Marítima intercetaram na manhã desta segunda-feira, na costa do Algarve, um barco de pesca com 22 migrantes a bordo, todos do sexo masculino, provenientes do norte da África.

Segundo o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras de Portugal (SEF), os migrantes foram detetados após um aviso dado por outro navio de pesca e, uma vez localizados por volta das 5 horas, foram levados para o porto de Quarteira, onde receberam assistência médica.

Aos cidadãos, intercetados pela Polícia Marítima, foram, de imediato, garantidas as necessidades básicas, incluindo alimentação e assistência médica. Será igualmente assegurada a realização dos testes ao Covid-19, pelo INEM (Instituto Nacional de Emergência Médica), ainda durante esta manhã”, adiantou o SEF em comunicado, enquanto os agentes tentam confirmar as suas identidades, uma vez que não possuíam documentação.

Todos os migrantes afirmaram ter nacionalidade marroquina e terão partido da cidade de El-Jadida, de acordo com um comunicado da Autoridade Marítima Nacional, que indicou que viajavam num barco de 7 metros.

Este é o segundo caso, em poucos dias, envolvendo migrantes alegadamente de origem marroquino que desembarcaram no Algarve, depois de na passada semana as autoridades terem detetado uma embarcação com sete homens ao largo de Olhão.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo