Europa | Nacional

Espanha reabre fronteiras europeias no próximo domingo exceto com Portugal

Espanha avançará até 21 de junho com a reabertura das suas fronteiras com a União Europeia, exceto com Portugal, que o fará em 1 de julho numa cerimónia com a presença do rei Felipe VI e do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, como anunciado no domingo pelo Primeiro Ministro espanhol, Pedro Sánchez.

Assim, a partir da próxima semana, o estado de alarme iniciado exatamente três meses atrás terminará, as fronteiras espanholas serão reabertas e a obrigação de quarentena de 14 dias imposta aos viajantes que chegarem a Espanha será levantada.

A antecipação de 10 dias da reabertura das fronteiras tinha sido anunciado anteriormente pelo Presidente Sánchez na décima quarta e última Conferência dos Presidentes por vídeo conferência.

Bruxelas pediu a Espanha para antecipar a reabertura, marcada para 1 de julho. Praticamente todos os países da UE, com exceção de Espanha e Portugal, o fizeram neste domingo. Como Sánchez disse aos presidentes regionais, a retificação que antecipa em 10 dias a abertura das fronteiras na Espanha é adotada devido à evolução favorável da pandemia.

Essa reabertura de fronteiras, que também se estenderá a outros países fora do Acordo de Schengen a partir de 1º de julho, será acompanhada de um plano de promoção do turismo elaborado “em conjunto com representantes do setor e das comunidades autónomas” e que será apresentado na próxima quinta-feira.

O anúncio da reabertura de fronteiras na União Europeia e nos países Schengen associados teve um certo caráter simbólico. Precisamente neste domingo foi o 35º aniversário da assinatura do Acordo de Schengen, assinado naquela cidade do Luxemburgo em 14 de junho de 1985 pelos cinco líderes europeus do momento, cuja ideia era mapear um espaço comum sem controlo das suas fronteiras internas, embora não se tenha realizado até dez anos depois. Espanha e Portugal assinaram o acordo em 25 de junho de 1991.

 

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo